CLÁUSULA TERCEIRA - PISOS SALARIAIS
A partir de 1º de junho de 2022:
CATEGORIA
VALOR HORA
AJUDANTE GERAL - R$ 7,90
SERVENTE - R$ 10,04
MEIO-PROFISSIONAL - R$ 10,69
PROFISSIONAL - R$ 13,41
ENCARREGADO DE SETOR - R$ 14,70
ENCARREGADO GERAL - R$ 19,06

Parágrafo Primeiro: PISO SALARIAL MÍNIMO – AJUDANTE GERAL: Durante a vigência deste instrumento coletivo de trabalho, fica estabelecido que o Ajudante Geral não poderá receber salário inferior ao Piso Regional do Estado do Paraná, estabelecido para o GRUPO III (correspondentes aos GrandesGrupos 7 e 8 da Classificação Brasileira de Ocupações - Trabalhadores da Produção de Bens e ServiçosIndustriais), ou seja, deverá ser corrigido de acordo o artigo 2º da Lei nº 18.766/2016.

Parágrafo Segundo:
Face à assinatura do presente instrumento ter ocorrido após o pagamento dos pisos do mês de junho de 2022, acordam as partes que eventuais diferenças entre os valores pagos e os valores ora acordados, poderão ser pagas aos trabalhadores, através de folha complementar, juntamente com o pagamento dos salários de julho de 2022.
Parágrafo Terceiro:
Os trabalhadores que foram desligados a partir de 1º de junho de 2022, também terão direito às diferenças acima, que serão pagas de uma só vez.
REAJUSTES/CORREÇÕES SALARIAIS
CLÁUSULA QUARTA - REAJUSTE SALARIAL
A partir de 1º de junho de 2022, as empresas representadas pelo Sindicato patronal reajustarão os salários de seus empregados mediante a aplicação de 11,90% (onze vírgula noventa por cento)
sobre os saláriosvigentes em 1º de maio de 2022, já reajustados de acordo com o instrumento normativo anterior.
Parágrafo Primeiro:
Ficam compensadas todas as antecipações salariais espontâneas e compulsórias havidas no período de 01/06/2021 a 31/05/2022, ressalvados, porém, os aumentos decorrentes de promoção, implemento de idade, equiparação, término de aprendizagem e aumento real.
Parágrafo Segundo:
Para os empregados admitidos ou empresas constituídas após a data-base, o reajuste salarial obedecerá as seguintes condições:
II - sobre os salários de admissão dos empregados em funções com paradigma será aplicado o mesmo critério concedido a este, na forma do -caput- desta cláusula, desde que não ultrapasse o menor salário da mesma função;
II - sobre os salários de admissão dos empregados em funções sem paradigma deverá ser aplicado idêntico critério do -caput- desta cláusula, tendo como base de cálculo, no entanto, o primeiro mês trabalhado.
Parágrafo Terceiro:
Face à assinatura do presente instrumento ter ocorrido após o pagamento dos saláriosdo mês de junho de 2022, acordam as partes que eventuais diferenças entre os valores pagos e os valoresora acordados, poderão ser pagas aos trabalhadores, através de folha complementar, juntamente com o pagamento dos salários de julho de 2022.